Como Planejar um Projeto Ágil: A Estratégia dos 3 Níveis

O Planejamento de qualquer projeto é a chave para determinar o sucesso ou o fracasso.

É uma parte estratégica para determinar se o objetivo do projeto será mesmo atingido ou não.

A questão é que muitos profissionais quando pensam em um projeto ágil, consideram planejar apenas as atividades que se desenrolam rapidamente durante cada Sprint.

A maioria das discussões sobre planejamento ágil focam no curto prazo.

Nossos times planejam os Sprints e seguem realizando as Daily Scrums, as reuniões diárias onde o progresso é apresentado por cada membro do time.

Estas práticas são excelentes para focar no objetivo do Sprint e garantir assim o foco do time no que foi planejado para se entregar.

É uma excelente tática para manter todo o time na mesma página.

Mas, como fica a Estratégia do Projeto?

Aqui vai a boa notícia. Há técnicas muito fáceis de serem aplicadas para alinhar o seu time estrategicamente e ajudá-los a pensar além do Sprint.

Por serem técnicas simples você pode começar hoje mesmo a planejar o seu projeto estrategicamente.

Para começar a planejar o seu projeto ágil de modo estratégico você precisa responder estas três perguntas, que resumem os 3 níveis do planejamento ágil:

  1. O que estamos construindo?
  2. Quando é que vamos precisar do produto concluído?
  3. Como é que vamos chegar lá?

A chave é lembrar que as respostas a estas perguntas provavelmente irão mudar à medida que a sua equipe progride através do desenvolvimento de seu produto em cada Sprint.

O mais importante é você garantir que a equipe entregue o produto certo (ou incremento de produto certo) no momento certo.

Planejar o projeto de modo estratégico é o que vai fazer você e seu time tomarem decisões acertadas e assim entregar um produto excelente.

Vamos dar uma olhada nestas três perguntas e descobrir como garantir que você está criando o produto certo, no momento certo e pensando estrategicamente.

O que estamos construindo?

A Equipe do projeto precisa ter muita clareza a respeito do que exatamente estão construindo

A decisão mais importante que vocês precisam tomar, como uma equipe ágil, é responder com clareza: O que estamos construindo?

Mas é muito mais complicado que isso.

A questão mais profunda é: Qual o problema que o seu produto precisa resolver?

Se o time ágil souber responder esta questão, então as coisas podem se tornar muito mais fáceis.

Para isso você pode se valer de uma ferramenta muito interessante…

O famoso Canvas

Utilizando um Canvas, que é uma técnica visual que responde exatamente o que precisa ser feito e qual a visão do produto que está sendo construído.

Há muitas variações da Canvas disponíveis, incluindo o Lean Canvas que é bem conhecido, mas o meu favorito é o Product Vision Board do Roman Pichler.

Product Vision Board

O exemplo que você vê aqui é um Product Vision Board para um serviço de streaming de música.

Observe que o Product Vision Board começa em um nível mais elevado do que apenas as necessidades específicas do produto. Em vez disso ele se concentra no problema que o produto precisa resolver.

Algumas características que vocês deverão discutir quando forem criar o seu Product Vision Board:

  • Defina com clareza, a necessidade do usuário ou a oportunidade de mercado que o seu produto visa resolver
  • Identifique o perfil médio do usuário do seu produto
  • Identifique potenciais concorrentes que eventualmente possam estar no mercado
  • Discutam como o produto pode gerar receitas

O resultado do exercício de visão é intencionalmente vago, uma vez que ele não é usado para definir os detalhes do planejamento da execução do produto, mas sim para construir o alinhamento em toda a equipe sobre qual deve ser o resultado final após a construção do produto.

Algumas equipes referem-se a este exercício como “Configuração da Bússola do Projeto”, uma vez que o resultado prático sobre onde o time está indo e o que deverão encontrar no final do caminho.

Embora seja muito improvável que a Visão de produto sofra muitas mudanças, você deve esperar que haja alguma evolução, conforme você aprenda mais sobre seu público-alvo, potenciais concorrentes e onde o produto pode se encaixar no mercado de modo mais eficaz.

É importante sempre revisitar o seu Canvas e revalidar periodicamente as premissas fundamentais que vocês utilizaram sobre o cenário competitivo e também avaliar eventuais oportunidades de mercado.

Recomendo que a revisão aconteça pelo menos a cada 4 semanas, embora este prazo possa variar de acordo com as características de seu produto e mercado.

Quando é que vamos precisar do produto concluído?

Agora que você sabe o que você está construindo, a próxima pergunta que você precisa resolver é quando ele precisa estar concluído?

Mas, lembre-se que você está executando um projeto ágil, por isso, ao invés de esperar até que todo o projeto está completo, você vai querer entregar em pequenos incrementos para obter o máximo de retorno possível ao longo do caminho.

O Roadmap do seu produto será determinado pelas pequenas entregas incrementais que você fará ao longo dos Sprints.

Roadmaps de produtos são os planos de alto nível que mostram a evolução pretendida do seu produto ao longo dos próximos Releases ou Lançamentos.

Se a ideia de planejamento de longo prazo te enche de medo, como imagens de Cronogramas com gráficos de Gantt dançando em sua cabeça, não se preocupe …

Há melhores alternativas que vamos discutir aqui.

O Agile Product Roadmapping se tornou um tema em evidência nos últimos anos, com várias técnicas e ferramentas que chegaram ao mercado.

Os melhores Product Owners sempre buscam uma forma de construir o seu Roadmap de Produto de modo bem consistente.

No entanto, o meu favorito ainda é o Roadmap de Produtos orientados por objetivo, GO Roadmap, que também foi criado pelo Roman Pichler que eu já mencionei anteriormente.

O que define o GO Roadmap é que ao invés de focar nas funcionalidades que serão entregues ao final de cada Release, ele se concentra no objetivo que deve ser alcançado.

Go RoadMap

Além de liberar o time sobre pensar a respeito de todos detalhes de implementação e sequenciamento de atividades em um momento que ainda é muito cedo, o Go Roadmap deixa a responsabilidade de definir as características específicas de cada release até um momento onde você tenha maiores detalhes e informações necessárias. É um processo empírico.

Para ter um Go Roadmap eficaz, procure  o apoio de profissionais técnicos-chave que podem aconselhá-los sobre eventuais dependências técnicas ou limitações que possam afetar os objetivos que estão descritos no canvas.

Durante cada sessão de Roadmapping, a equipe deve ser centrada principalmente na liberação dos itens do próximo Release.  Não se preocupe se os próximos releases ainda estejam um pouco vagos ou precisando de um melhor detalhamento. A ideia principal é ter uma visão clara do planejamento dos releases e quando eles devem estar concluídos.

Go RoadMap com Ret

Como regra geral, você deve ser capaz de desenhar uma linha diagonal a partir do último objetivo do Release mais próximo até o último do Release mais distante, mostrando assim, como cada versão torna-se progressivamente com, menos detalhes, a medida que você compara com a linha do tempo

Como é que vamos chegar lá?

A última peça do planejamento estratégico é o de estabelecer um plano sobre como a equipe vai atuar no próximo Release.

Isso é feito com uma ferramenta que é semelhante ao roteiro GO discutimos anteriormente, mas com um toque mais refinado.

Embora este Release Plan contenha muito da mesma informação encontrada em seu Roadmap, ele também adiciona informações mais detalhadas, como uma lista priorizada de funcionalidade serão tratadas em cada release.

Vocês podem priorizar os itens de cada release utilizando uma planilha simples como esta ou qualquer outra das muitas técnicas de priorização existentes.

Priorização

Agora sim o seu foco será na execução dos Releases.

Os Canvas ajudarão a ter uma visão estratégica do projeto, enquanto este Release Plan vai apoiar de modo muito prático na execução dos próximos Releases.

Você também pode aplicar a mesma técnica de visualização que utilizou no seu Go Roamap, traçando uma linha diagonal a partir do último release, demonstrando claramente que o processo empírico é o que vai fazer vocês aprenderem ao longo do projeto e assim seguirem entregando valor release após release.

Priorização com Retangulo

Uma vez que é a Equipe de Desenvolvimento que vai efetivamente entregar o produto, procure envolver todos os membros do time na definição de cada um dos Canvas e do Release Plan.

Ganhando a Visão do Projeto!

O Planejamento Estratégico de Projetos Ágeis é um exercício iterativo como qualquer outra atividade no contexto ágil. O segredo é perceber que à medida que a percepção do Product Owner se aprimora, o produto cresce ou seu mercado evolui a Visão do Produto e o planejamento estratégico também pode naturalmente evoluir.

Ao aplicar uma abordagem ágil para o planejamento estratégico de seu projeto, você pode aumentar significativamente as chances de sucesso de atingir os objetivos da Visão do seu produto e causar um impacto positivo muito além do que você imaginou apenas em seu Release Plan.

Clique abaixo para baixar os Templates de Canvas em Português

Clique para BaixarDownload Gratuito do Canvas

 

Deixe aqui o seu comentário e compartilhe em suas Redes Sociais

Scrum com Trello
Os Valores do Scrum